“Interpretações do gosto” por Mônica Rangel

« Ir para página principal
“Interpretações do gosto” por Mônica Rangel

Livro reúne deliciosas receitas de pratos típicos mineiros com inovação e conceitos modernos da gastronomia brasileira

Eleito, em 2013, pela décima vez consecutiva, como melhor restaurante mineiro pelo Guia 4 Rodas, o Gosto com Gosto, em Visconde de Mauá, é referência nacional e internacional. E sua história se confunde com o esforço da chef Mônica Rangel na difusão de uma culinária da terra, que vale a pena ser conhecida. No livro Interpretações do gosto – por Mônica Rangel, a autora propõe uma harmoniosa combinação da comida tradicional mineira com conceitos modernos da gastronomia brasileira. Para isso, ela tem como base sua própria história pessoal, suas memórias e vivências adquiridas em viagens que lhe permitiram entrar em contato com técnicas variadas da culinária de diferentes países.

A obra da Editora Senac São Paulo mostra o resultado deste trabalho: uma inovação com preservação das raízes culturais gastronômicas do Brasil. Também relata a trajetória de Mônica Rangel, que passou a infância com a mãe e a avó materna, ao pé do fogão de lenha, olhando, mexendo e provando as delícias que dele saíam. Há 20 anos, mudou-se para Visconde de Mauá, com o desafio de abrir um estabelecimento comercial para mostrar aos moradores da pequena cidade de 5 mil habitantes aquela cozinha de sua memória. O espaço, montado para ser uma despretensiosa casinha de quitutes, despontou como o reduto da profissional que representaria a gastronomia mineira do Brasil no mundo.

A culinária mineira da autora desfila entre o tradicional e o mineiro. “Quanto mais conheço outros países e outras culturas, mais fico certa de que a cozinha mineira revela uma riqueza de sabores da miscigenação cultural de povos que adentravam Minas Gerais em busca de outras riquezas e nos deixaram um imenso tesouro”, declarou. E, entre esses tesouros, Mônica destaca o angu, a gordura de porco, os ensopados e a comida de tacho e de tabuleiro.

Com fotos de Luna Garcia, Interpretações do gosto – por Mônica Rangel reúne receitas de petiscos, produtos artesanais, ingredientes da montanha, acompanhamentos, tradições e criações, doces e muito mais. Para a chef, os petiscos são a “comissão de frente de um desfile” e “dão o tom para a refeição que virá em seguida”. Entre os destaques, estão torresmo pururuca, pão de queijo, bolinhos de mandioca recheados de queijo e pastéis de angu.

A chef também ensina a fazer as linguiças artesanais, os pães caseiros e o queijo minas frescal, além de receitas com ingredientes da montanha, como o pinhão e o ora-pro-nóbis, uma trepadeira com folhas suculentas e comestíveis. Os acompanhamentos são como coadjuvantes e têm a função de realçar o sabor do produto principal, trazendo cores, texturas e formas e compondo os pratos de maneira harmoniosa. Sem esquecer das tradições: tutu de feijão, feijão tropeiro, vaca atolada e a tradicional costelinha de porco – um dos trunfos de Mônica Rangel.

Para a sobremesa, nada melhor do que se deliciar com os doces típicos mineiros, como cocada mole e cocada de forno, doce de abóbora com coco, doce de banana, ambrosia, arroz doce, curau de milho-verde, e muito mais.

 

Interpretações do gosto – por Mônica Rangel 

Autora: Mônica Rangel

Editora: Editora Senac São Paulo

Preço: R$ 98,90

Número de páginas: 240

 

Considerações do site “Receitas e Temperos”: O livro está apaixonante… As receitas são ótimas e bem brasileiras, aquelas do tipo que acolhem a qualquer paladar, as imagens estão lindas e através delas você consegue sentir o amor da Chef pelo alimento de forma retratada. Vale adquirir esse livro e preparar em casa todas as receitas! Vocês vão adorar!

 Edição: maio/2014

Um comentário a ““Interpretações do gosto” por Mônica Rangel

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados * (O seu endereço de email não será publicado)